Futebol

contra o Cruzeiro

Corinthians aposta em Jadson para comandar virada na Copa do Brasil

Publicado por Folhapress, 08:37 - 17 de outubro de 2018

Protagonista na conquista do Brasileiro de 2015 ao lado de Renato Augusto, o meia-atacante Jadson, 35, volta a ser a esperança do Corinthians na disputa por mais um título nacional. Desta vez, recai sobre os seus ombros a expectativa de o clube faturar a Copa do Brasil.


Tricampeão da competição, a equipe alvinegra precisa vencer por dois gols de diferença o Cruzeiro nesta quarta-feira (17), às 21h45, no Itaquerão, para ficar com o título do principal torneio de mata-mata do futebol brasileiro.


Se o time paulista ganhar pela diferença mínima, o campeão será conhecido nas cobranças de pênaltis, já que no jogo de ida, no Mineirão, o Cruzeiro venceu por 1 a 0.


"Jadson é aquele camisa 10 clássico, que está em extinção. É o jogador da bola parada, do último passe. Ele tem facilidade em achar os companheiros até em situações com três volantes. Não vai ser decisivo em todos os jogos, mas quando consegue tem sua importância", disse o técnico Jair Ventura, que deixa o meia livre para organizar as jogadas ofensivas do time.


O camisa 10 é o maior goleador do clube no ano, com 13 gols em 43 jogos, além de ser o líder de assistências, com 12.


Ele se tornou a principal esperança de gols da equipe alvinegra após as saídas de Jô, logo após a conquista do título do Brasileiro de 2017, e de Rodriguinho, no segundo semestre deste ano. O clube ainda perdeu jogadores importantes, como o zagueiro Balbuena e o lateral esquerdo Guilherme Arana, o que aumentou ainda mais a responsabilidade sobre o camisa 10.


"Dentro de campo, pela minha experiência, tento buscar o melhor caminho pra realizar as jogadas e, graças a Deus, as coisas têm dado certo. Espero continuar ajudando o Corinthians", disse o meia.
Jadson disputou 7 das 9 partidas do Corinthians sob o comando de Jair Ventura e foi substituído apenas em uma, aos 36 minutos do segundo tempo -justamente no confronto de ida da decisão da Copa do Brasil deste ano.


Naquele jogo, quem se destacou foi Thiago Neves, 33, autor do gol da vitória cruzeirense, que tenta comandar a equipe novamente à conquista do torneio de mata-mata.


Na campanha do título da Copa do Brasil de 2017, ele converteu os pênaltis decisivos na semifinal contra o Grêmio e na final contra o Flamengo.


Se conquistar outra vez o troféu, o meia-atacante levará o clube ao seu sexto título da competição, isolando o Cruzeiro como maior vencedor da Copa do Brasil. Atualmente, o time campeão em 1993, 1996, 2000, 2003 e 2017 está empatado com o Grêmio como maior vencedor.


Contratado em janeiro do ano passado, Thiago Neves é o artilheiro do clube nesta temporada, com 12 gols em 46 partidas. Em 2017, ele também terminou como o goleador, com 17 gols em 57 jogos.


"Geralmente as equipes que chegam numa final têm em seu elenco jogadores assim, mais experimentados, que sabem como a coisa funciona, que fazem uma leitura mais correta do lance, que sabem os caminhos da bola. Esses jogadores acabam definindo jogos importantes", disse o técnico do Cruzeiro, Mano Menezes, responsável por levar Jadson para o seu adversário no jogo desta quarta-feira.


A contratação de Jadson foi pedida por Mano quando ele trabalhava no Corinthians, em 2014. O jogador, que estava no São Paulo, acabou chegando ao clube alvinegro em uma troca envolvendo o atacante Alexandre Pato.


CORINTHIANS
Cássio; Fagner, Léo Santos, Henrique, Danilo Avelar; Ralf, Douglas, Mateus Vital, Jadson; Romero, Clayson. T.: Jair Ventura


CRUZEIRO
Fábio; Edílson, Léo, Dedé, Romero; Henrique, Cabral, Robinho, Rafinha, Thiago Neves; Barcos. T.: Mano Menezes


Estádio: Itaquerão, em São Paulo
Horário: 21h45 desta quarta
Juiz: Wagner do Nascimento Magalhães (RJ)


Foto: Reprodução/Instagram

Compartilhe

Seja o primeiro a comentar sobre isso

* Os comentários são de responsibilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos do uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

voltar ao topo