Futsal

Contra Argentina

Seleção é convocada para final da Liga Sudamericana

Publicado por Redação GMC, 10:46 - 11 de junho de 2018

A seleção brasileira de futsal irá encarar mais uma grande decisão em 2018: a final da Liga Sudamericana diante da Argentina. Os confrontos serão na China, nos dias 18 e 19 de agosto, com a participação das equipes principal e Sub-20 de cada país - serão dois jogos de cada categoria.


O torneio foi um evento inovador da Conmebol, reunindo as duas categorias de cada país, no fim de 2017, e dividido em dois zonais. O Brasil conquistou o Zonal Norte, enquanto a Argentina foi campeã do Zonal Sul. Assim, a decisão agora é com este clássico.


Como o confronto não entra no calendário de Data FIFA, as convocações contam apenas com jogadores que atuam no Brasil. Assim, o técnico Marquinhos Xavier aposta em uma convocação recheada de novidades.


Confira os convocados


Seleção Principal -


Goleiro - João Neto (Jaraguá -SC);


Fixos - Gledson (Corinthians - SP) e João Pedro (Minas - MG);


Alas - Jamur (Foz - PR), Neguinho (Pato Branco - PR), Suelton (Copagril - PR), Sol Sales (Marreco - PR) e Matheus (Corinthians - SP);


Pivôs - Vini (Foz - PR) e Barbosinha (Copagril - PR).


Sub-20


Goleiros - Dennis (Joinville - SC) e Kelvin (Magnus - SP);


Fixos - Fernando (ACBF - RS) e Lucas Gomes (Magnus - SP);


Alas - Leozinho (Magnus - SP), Evandro (Tubarão - SC), Torres (Jaraguá - SC) e Marcílio (Assoeva - RS);


Pivôs - Israel (Magnus - SP) e Arthur (Joinville - SC).


Comissão Técnica -


Marquinhos Xavier - Treinador
Renan Franklin - Auxiliar
Carlos Dorileo - Médico
Kleber Barbão - Fisioterapeuta
Airton Alves - Rouparia

Bloco de Imagem

Time brasileiro é comandado pelo técnico Marquinhos Xavier, que apostou em uma convocação recheada de novidades. Foto: Divulgação/CBFS

Compartilhe

Seja o primeiro a comentar sobre isso

* Os comentários são de responsibilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos do uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

voltar ao topo